Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0586 - Senhor, agradeço!




 
Senhor, peço que me olhes, mas não me guies;
caminha ao meu lado, mas não me carregues,
deixa que meus pés toquem o chão, ainda que queimem.


 
Senhor, não vou pedir, muito menos preciso implorar,
farei por merecer e agradecerei ajudando outrem,
não sei se um dia voltarás à terra, sei onde encontrar-Te.
 


Senhor, fiz do meu corpo um templo do Teu amor,
das pequenas vontades, desejos; dos desejos, realizações...
não quero ser mestre, me contento em ser um bom aprendiz.


 
Senhor, minha oração muitas vezes não tem som,
parece que não faz eco no coração, penso que não chega a Ti,
fecho-me, paro no meio do caminho para saber onde errei.


 
Senhor, peço por alguns amigos, por outros só preciso agradecer,
peço por todos inimigos, com alguns talvez eu tenha errado,
que meus braços continuem abertos, mesmo depois de alguns não(s).


 
Senhor, obrigado pela crença, pelo amor, pela paixão,
obrigado pela fé, pela esperança, pela oportunidade de agradecer-Te,
obrigado por minha vida e pelas vidas que fazem minha felicidade.


 
13/02/2006

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 13/02/2006
Código do texto: T111220
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116248 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:23)
Caio Lucas