Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO SEI

Não sei quantas vezes
eu morri te procurando,
nem quantas vezes
ressuscitei chorando
 
Não sei quantas vezes
supliquei tua volta
e, como resposta, ouvia
uma palavra morta
 
Não sei quantas vezes
eu chorei sorrindo,
por saber que pra mim,
você viveu mentindo
 
Não sei quantas vezes
fui abraçado pela nostalgia,
minha companheira de todo o dia
 
Não sei quantas vezes,
na calada da noite,
desejei tua presença
pra deixar de viver sozinho
e, me livrar dessa maldita sentença
 
Não sei quantas vezes
 perdi meus sentidos,
te procurando pelos quatro cantos
e para que te encontrasse
pedi orientação à todos os santos
 
Não sei quantas vezes
implorei o teu retorno,
para que me livrasse desse abandono
 
Não sei quantas vezes
me fragrei te venerando
no altar de meu desengano...


 
 
 

 
Wil
Enviado por Wil em 16/02/2006
Código do texto: T112762
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84519 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:59)
Wil