Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Começo


Eu vi primeiro seus olhos,
azuis que não eram seus.
Apaixonei-me de imediato.
O fato foi que não aceitei tão fácil.
titubeei, e um verso pronto
te ofertei.

Fugi de um primeiro encontro,
ao estava pronto para ser teu.
Meu coração confuso, em parafuso
se confundia.

Noite e dia recitava um mantra.
Teu nome era magia em minha boca.
Louca, minha alma se debatia,
não tinha jeito.
Em meu peito já ardia
a chama da paixão.

Entre lágrimas e soluços
minha voz soava fraca
de tão forte meu sentimento,
então, naquele momento,
de tão divina dor,
confessei o meu amor.
Faz tempo, mas foi ontem e será sempre.

(2000)
Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 19/02/2006
Código do texto: T113798

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
432 textos (56520 leituras)
3 áudios (837 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:55)
Mauro Gouvêa