CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

O poema mais lindo do mundo.

Um papel rabiscado
no fundo da lata de lixo
sujo, coberto de bichos
Ninguém sabe o que está escrito.

Um papel amassado,descartado,
como uma anotação desimportante
outrora servira para expressar a paixão
de agora, dois distantes amantes.

Um papel perdido no lixo
largado, bem lá no fundo
escondendo-se de tudo e todos
o poema mais lindo do mundo.
Fabricio Teixeira
Enviado por Fabricio Teixeira em 22/08/2008
Reeditado em 25/06/2009
Código do texto: T1140681

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Fabricio Teixeira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 24 anos
19 textos (11746 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/08/14 02:06)