Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prisão

Libertei o meu amor
Do teto fechado em que se aprisionou.
Voou pela imensidão do Universo.
Conheceu cometas, novos planetas,
Até um buraco negro o danado foi encontrar

Apaixonou-se por uma bonita estrela
E com ela visitou todas as galáxias.
-Agora estou livre! – gritou ele
e se pôs a belas melodias cantar.
Só depois de muito tempo,
Reconheceu o mesmo teto
Que outrora o aprisionara.
E percebeu que amando
Na prisão voltou a morar.

SueliFajardo
Enviado por SueliFajardo em 20/02/2006
Código do texto: T114150

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SueliFajardo
Jandaia do Sul - Paraná - Brasil
942 textos (29987 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:41)
SueliFajardo