Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TECI VERSOS FORÇADOS

teci versos forçados
montei rimas imperfeitas
em nome da tua memória

todo dia sonho com beijos perdidos na memória
e a voz que ouço é a voz de um anjo decapitado
onde você anda?
por que não me reconhece quando cruzamos na rua?
que mal te fiz
para que me esquecesse assim?
te amei demais? te fiz prisioneira do meu mundo?

você estará em mim para sempre,
em meus sonhos,
em meus desejos esquecidos,
em minhas promessas abandonadas

você é minha, e nunca mais será
você me pertence, e nunca mais
estará ao meu alcance
MAXIMILIANO DA ROSA
Enviado por MAXIMILIANO DA ROSA em 26/02/2006
Código do texto: T116412
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MAXIMILIANO DA ROSA
Imbé - Rio Grande do Sul - Brasil, 43 anos
24 textos (925 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:43)
MAXIMILIANO DA ROSA