Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Botão de amor

 

Pétalas cerradas em botão

assim é como te vejo

mostrando a forte razão

de tudo quanto desejo.

 

Nas falas prolongadas

de sussuros em devaneios

no sabor das madrugadas

aumentastes meus anseios.

 

Embora estejas distantes

sinto voce muito perto

na ansiada hora amante

do quarto ainda deserto.

 

Mas há de chegar a hora

em que se abrirá o botão

que não haja mais demora

e a espera não seja em vão.

 

Pelas pétalas entreabertas

na doçura de um longo beijo

tu aos poucos me despertas

me deixando louca de desejo.

 

E no abraço firme e forte

sinto todo teu corpo vibrar

e nada há que mais conforte

que o prazer de contigo estar.

 

E todas as pétalas abertas

sinalizam um mar de paixão

que invadem o corpo incertas

de quanto durará a união.

 

Não importa se forem poucas

ou ainda tantas noites afora

temos muitas idéias loucas

a desvelar no sabor das horas.

 

E até que murche a rosa

e tudo então se desvaneça

que a boca fique cheirosa

e da flor nunca se esqueça.

 

Santos-SP, 09/02/06

23,33 hs.

 

-0-0-0-

Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 27/02/2006
Reeditado em 10/03/2006
Código do texto: T116573
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:07)
Guida Linhares

Site do Escritor