Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Duelo


Revelava-te
no sorriso indizível
da boca da noite.

O açoite de tua ironia
feria-me a pele,
a alma, o âmago.

Teus dentes afiados
dilacerava qualquer vontade
que eu viesse a ter.

As palavras soltas
quase sólidas que soltavas
pesava-me o peito.

A despeito do desafio
me rio
quando ris como louca.

Guardo-me que o tempo vinga.
Assim, minha língua
descobrirá estrelas
no céu de tua boca.

Ouro Fino, 31/05/2005
Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 28/02/2006
Código do texto: T116928

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
432 textos (56516 leituras)
3 áudios (837 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:37)
Mauro Gouvêa