Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Má interpretação

Hoje reli todas as letras do poeta,
Pareceram apagadas e disformes,
Nada puderam mostrar-me,
Não havia quase nenhuma esperança,
Mas onde foi que li que era amada?
Talvez meu coração distorceu as palavras,
Perdoem-me por meus olhos marejados,
Não imaginava que iria encontrá-lo na distancia,
Com coração tão disponível para outros olhares,
Foi desta forma que a lua perdeu o seu brilho,
E a nossa estrela apagou-se por completo,
A chuva desabou neste jardim,
Não sou rosa, nem jasmim,
Sou uma mulher sonhadora,
Sou areia,
Sou o mar,
Uma sereia
Alguém que só sabia amar.
Sonia Ferraz
Enviado por Sonia Ferraz em 01/03/2006
Código do texto: T117370
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Ferraz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
665 textos (37144 leituras)
33 áudios (5813 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:36)
Sonia Ferraz

Site do Escritor