Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FAZ TANTO FRIO



Jorge Linhaça

Arandú, 25/07/05

 

 

Na noite em que o silêncio é o meu companheiro

Insone me deixo esperar a tua prometida ligação

Mas só ouço os sons do meu amigo o travesseiro

Imerso que estou nessa ingrata e perene solidão

 

De promessa em promessa me deixas esperando

Dia após dia sem saber quando me telefonarás

Desculpa após desculpas tu vais me enrolando

Por medo ou pela insegurança que o amor traz

 

Me deixas então como fôra um estepe na mala

Esperando o momento em que te fure um pneu

Não percebes que em meu peito a dor cala

Quando não ouço a voz doce do encanto teu

 

E nas noites escuras vou me martirizando

E por esse sentimento vou sendo imolado

Com as tuas palavras vou apenas sonhando

Esperando que um dia esteja eu ao teu lado
Jorge Linhaça
Enviado por Jorge Linhaça em 02/03/2006
Código do texto: T117729
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Linhaça
Salvador - Bahia - Brasil, 55 anos
3723 textos (711010 leituras)
95 áudios (13093 audições)
1 e-livros (277 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:24)
Jorge Linhaça