Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR – O TEU LENÇOL MARANHENSE É AQUI



É para o Maranhão que vou te levar,
Mostrar as mais lindas paisagens,
Única no mundo imparagonabile,
Adorável paraíso encantado no mar.

Espero-te chegar ao Maranhão,
Deitar e rolar nas minhas areias,
Correr no tempo a céu aberto,
Primeiro e único lugar do universo.

Donde as dunas vão aparecendo,
Com belas lagoas encantadas,
O paraíso branco e verde,
Azul e amarelo queimado.

Só o Maranhão tem para ofertar,
De Barreirinhas para o mundo,
Pelo rio Preguiças, vou navegar,
Mesmo assim, eu vou te beijar.

Pisar nas trilhas verdejantes,
Subir na tua alma pelo ápice do rio,
Entre flores e os manguezais,
Deitando nas choupanas típicas,
Do nosso povo alegre e festivo.

É nestes agigantados lençóis
Da caatinga aos Cerrados,
De frente para a Amazônia,
Provando do suco da juçara,
Beijando-te entre milhões de Açaí,

Vens comer o doce de buriti,
Nascido pela mãe natureza,
Que só tem no meu Maranhão,
Florestas dos grandes buritizais.

Amor venha logo! Aqui é a tua pátria,
Onde possui o maior espetáculo,
Do Parque Nacional dos Lençóis,
Certeza, eu tenho em fazer um sol. 

Vens! E não demore pra tirar uma foto,
De uma lembrança inesquecível,
Abraçando-te no Farol de Mandacaru,
No maior panorama jamais visto.

Vens! Atravessa o rio Preguiças,
Atrela-se e vá mergulhar no Caburé,
Na língua de terra orgulho do Maranhão,
Entre mangues, rios, dunas e o mar.

Prazeres de pratos com peixes,
Jantando Maria Isabel ou Arroz de Cuxá,
Nas farturas de robalos, serras e corvinas,
Até caranguejo tu vais deliciar.

No clarão do belo do dia,
Segues nas correntezas,
E vais até o Atins,
Onde o poeta Gonçalves Dias,
Lá se perdeu no mar.

Meu amor! Eu vou te esperar,
Ansiosamente para te amar,
Olhando a lindeza do casamento,
Do gigantesco rio com o mar.

Vens! Atravessa os teus pés,
Penetra nas praias desérticas,
Que só o Atlântico sabe banhar,
Farei amor contigo até o dia clarear.

Entre os pequenos lençóis e lagoas,
Pulando, dançando e cantando,
Vens! É aqui o maior nordeste,
Com mar e sol para te ofuscar.

Vens! Navegas nas piscinas naturais,
Nas correntes marítimas do amor,
Dos ventos que sopram incessantes,
Mergulhas e sentes a pureza da alma.

Vens logo! Quero-te beijar na Lagoa Azul,
Sentir os grãos de areias nos corpos,
E banhar nas águas claras e lentas.
Dizendo em teus olhos o que é o amor. 


ERASMO SHALLKYTTON
Enviado por ERASMO SHALLKYTTON em 02/03/2006
Reeditado em 30/09/2011
Código do texto: T117949
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ERASMO SHALLKYTTON
Caxias - Maranhão - Brasil
4168 textos (2055922 leituras)
1 áudios (971 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:59)
ERASMO SHALLKYTTON

Site do Escritor