Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTRANHAMENTE FELIZ

Sinto-me, estranhamente feliz!
Queria olhar através de teus olhos
E além dessa transparência calma
Encontrar uma maneira
De revelar teus segredos,
Descobrir o porquê dessa fascinação;
O motivo que me leva,
A bater um papo com a solidão.

Solidão!Solidão!
Eu te chamo aqui!
Quero fazer-te umas perguntas.
Oh! Solidão!Solidão!
Porque não te chamas paixão?
Por que preenchias o vazio do meu coração?
Solidão...
Por que tomavas conta de mim?
Por que me deixavas no chão?
Como se eu sofresse a falta de pão!?
Como se a vida não valesse a pena!?
Não, solidão!
Vais embora!Tenhas compaixão!
Devolvas meu ser, minha razão!
A alegria vale tanto...A animação...
Quero amar, sentir emoção!

Não!eu não te quero mais, solidão!
Parte em paz!
Encontrei uma paixão
Que me deixa, estranhamente feliz!



Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 03/03/2006
Código do texto: T118361

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916722 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:49)
Denise Severgnini