Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Brinde Carinhoso
Guida Linhares

Brindo à você
que tem feito o encanto
das minhas horas.
A você, que surgiu do nada e
de repente se tornou tudo.
A você que estava tão perdido quanto eu,
nos amargores da vida e da sorte.
A você que teve a coragem,
de me chamar a teu lado,
quando eu estava sem rumo.
A você que soube me cativar
de tal forma, que hoje
nem encontro uma saida
que não me leve a pensar em ti.
E assim do desnorteio em que me encontrava,
encontrei um porto que seguro é,
em carinho, afeição e cuidar
cujo navio me transportou para longe
e pude sentir o que é ser tratada
como uma princesa,
em terras nunca dantes navegadas.
E eu que sou do mar, sereia da praia
que gosta do canto da madrugada,
que pisa fundo os pés na areia,
andarilhando pelos domínios de mãe Iemanjá,
a ela havia pedido,
em momento de grande comoção,
em que a vida havia perdido o sentido,
que me desse um amor verdadeiro,
que me elevasse às estrelas,
ainda que não fosse o derradeiro.
E voce surgiu tão forte e vigoroso,
que com certeza os peixinhos estão em festa,
o mar em rebuliço,
as conchas apareceram nuas nas praias
o sol cada vez mais escaldante,
numa alegria contagiante,
e um calor tão forte assolou a minha terra,
que de prisioneira solitária,
num curto espaço de tempo
transmudei
de aventureira da praia,
para passageira do além mar,
em busca de ti outra vez.

Santos/SP/Brasil
03/03/06

&&&

Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 03/03/2006
Reeditado em 19/02/2012
Código do texto: T118379
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Guida Linhares www.guidalinhares.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158391 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:06)
Guida Linhares

Site do Escritor