Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Já é Madrugada, Amor ....

Já é madrugada ...
Em meu leito vazio,  o frio
De meu seio exacerbado a inércia
Que percorre o íntimo me fazendo calar ...


Deixo somente os pensamentos irem ao teu encontro
Dou-lhes vazão ...
O sentido da fuga
A ilusão ....


De que passos vou ouvir
Tua presença sentir
Calado sem dizer nada
Vais deitar -te aqui ...

Ao meu lado nesse momento
Tão silencioso e precioso para nós
Onde minha alma conversa com a tua
Contando de tua ausência e da falta que sentiu


Não existem toques
Somente olhares que falam
Promessas silenciosas
Onde teu coração conjuga o mesmo verbo que o meu, meu amor .....
Wanda Ayala
Enviado por Wanda Ayala em 04/03/2006
Código do texto: T118821

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Wanda Ayala-www.recantodasletras,.uol.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Wanda Ayala
Portugal
425 textos (36692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:15)
Wanda Ayala