Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Confissão


Se eu pudesse , ideal de meus amores,
Te revelar o que minha alma adentra,
Eu te diria tantas coisas lindas,
A luz de meus sonhos e razão,
Que quebraria o Iceberg que bloqueia,
O teu descrente e amargurado coração.
 
Se motivado por tua reciprocidade,
Iria em frente, sem medo ou ansiedade,
Te confessando meus desejos incontidos,
Frutos desse amor verdade,
Que faz de cada minuto uma eternidade,
Quando te vais deixando um rastro de saudade.
 
E teu chamado seria um relâmpago a iluminar minhas noites escuras,
Nas madrugadas frias que solitário em vigília atravessei,
Buscando inutilmente encontrar em meu leito em desalinho,
Marcas de tua presença que jamais tive,
Mais que por força de meu amor,
Eu sempre encontrarei.
 
E se amar assim é proibido,
Pecaminoso, insensato ou cruel,
Sou réu confesso, admito,
Que os céus condenem ,não me importa,
Pois que por teu amor,
Beberei  até a última gota desse cálice de fel.
 

 
 
 
 
 
   
 
 




FalcaoSR
Enviado por FalcaoSR em 19/04/2005
Reeditado em 09/04/2010
Código do texto: T11948
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FalcaoSR
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
202 textos (26765 leituras)
7 áudios (1511 audições)
8 e-livros (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:42)
FalcaoSR