Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0615 - Hoje, eu e o amor




Hoje falo pra você do meu louco amor,
é mais ou menos assim...


Sei quando o dia amanhece no seu corpo,
quando sol brilha em seus olhos,
sinto-a mais perto quando sonha,
sonhos nossos, eu e você,
sei que um dia não vamos mais sonhar,
já é chegada a hora de parar e realizar.


Tudo isso grita dentro de mim,
é como preciso de você,
do seu calor para me aquecer,
suas dores para eu curar,
das suas vontades, suas alegrias,
até que mais nada houver para sonhar.


Somos a melhor paixão,
o amor que nos prometeram um dia,
somos um, assim como a lua e o sol,
um e outro sob um céu de promessas,
um em todo o mundo, só nosso e único.


É assim que te sinto minha amante,
amada, pura, perdida, mulher, amor...
Não sei quantos sinônimos tenho ou teria para te dar,
amor, não preciso de mais nada,
você é vida e amor, minha vida, meu amor.


07/03/2006

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 07/03/2006
Código do texto: T119879
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116250 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:30)
Caio Lucas