Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ainda amo aquela mulher

Eu não sei
se as coisas acontecem
por elas mesma

ou se nós
fazemos elas virem,
antes do tempo
ou até mesmo, a esmo

não, eu não estou tentando
encontrar, nenhuma desculpa
muito menos me livrar
de alguma culpa

mas pelo menos tentar entender
que o que nos faz sofrer,
é o que não conseguimos, compreender

bem!, já que estamos na chuva
porque não se molhar
então vem baby não vamos deixar,

nada para amanhã,
talvez ele poderá, nem chegar

vivendo assim está
difícil de eu me encontrar
minha vida parou, ao redor de você

embora o mundo lá fora
continua a girar

e eu aqui sem saber
o que vou, fazer

ehh! eu sou um tolo
e esse amor está
me deixando, muito louco
e nenhum amigo poderá,
me ajudar

ehh! eu sou um tolo
e esse amor está
me matando aos poucos
e somente ela poderá,
me salvar

eu me perdi, no tempo
e é tarde demais para dizer, adeus
as coisas fugiram
dos domínios meus

também, acho que nunca estive
nos pensamentos seus

certas coisas só damos valor,
depois que perdemos
nem tudo que vivemos,
nós merecemos

até a angustia de não ter tido
a oportunidade
de não ter vivido

   


Marcos Halley
Enviado por Marcos Halley em 08/03/2006
Reeditado em 08/03/2006
Código do texto: T120438
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Halley
Duque de Caxias - Rio de Janeiro - Brasil
310 textos (15833 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:01)
Marcos Halley