Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OUTRORA

                                       
Entreguei-me de corpo e alma

ao teu amor,aos teus cuidados

ao sabor de tuas carícias

acabei mergulhado em tuas delícias....



E assim o tempo se escondeu no infinito

e com ele o frio do distanciamento

pouco a pouco tudo foi morrendo

aqueles momentos desaparecendo...



Os suspiros incessantes,

aquele namoro ardoroso

contínuo em todos os instantes de outrora,

tudo terminou,tudo foi embora



Lembra, quantos banhos de chuva,

de relento então perdi a conta,

quantas histórias na madrugada

e como essa paz era amada?



Lembra ainda,quando ao contemplar as estrelas

a impressão é que elas brilhavam com maior fulgor,

e ao sentirem nossa presença

demonstravam ciúmes

por nos julgar uma ameaça?



As cortinas de nossas vidas se fecharam,

as luzes se apagaram,

o brilho das estrelas já não existe

deixaram de ser ciumentas,tudo acabou

talvez por entenderem que o nosso amor  fracassou.














     







 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 















 

 






 
Wil
Enviado por Wil em 09/03/2006
Reeditado em 09/03/2006
Código do texto: T120789
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84510 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:32)
Wil