Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0619 - Roda de amor




O amor não deveria nos escolher,
a vida que passa frente a janela
caminha a passos lentos
até a rua do meu destino.


Perdi um pedaço de amor,
noutro dia um pedaço de paixão,
dei voltas como faz o sol
e amanheci brilhante.


Alguns amantes têm fases boas,
um lugar secreto no coração,
eu tenho espaços, estrelas,
sou um planeta em uso.


Grito para a paixão dentro do peito,
deixa a tristeza jogar com a alegria,
um amor qualquer, um amar forte,
faço da noite uma roda com o dia.


Se alguém sonhar, que seja você,
comigo e contigo amantes,
quando girar a vida, volta,
assim desaparecemos no amor.


09/03/2006
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 09/03/2006
Código do texto: T120821
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116244 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:28)
Caio Lucas