Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





Deixa-te ficar meu amor

lá fora o frio dói

a bruma encerrou o sol

deixa-te ficar como se dormindo

entoa um canto baixinho

E embala-me como se

Pudéssemos ficar pousando

Adentro do nosso enlevo

No doce e puro aconchego

Que é o nosso recanto

Lá fora o frio é tanto!

Entre nós, o ar é morno

Somos centelhas em voo

Que se enlaçam no infindo

Deixa-me ficar sonhando

Em ti, meu amor, te peço

Não me acordes deste limbo

Em que divago contigo!

… Lá fora é estranho o mundo

Feito de tudo o que é belo

E de tudo o que é medonho

Ah, deixa-me ficar dormindo

Teu peito meu aconchego

Canta, meu amor baixinho

A canção do nosso enlevo

Não me acordes, é tão cedo

Não me acordes, tenho medo

De não te ver ao meu lado!





Lisboa,12/3/2006



Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 12/03/2006
Reeditado em 12/09/2006
Código do texto: T122132
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Petronilho (registo www.igac- ref 2276/DRCAC - Ministério da Cultura, Portugal)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Maria Petronilho
Almada - Setúbal - Portugal, 64 anos
1238 textos (130517 leituras)
60 áudios (14347 audições)
9 e-livros (5147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:05)
Maria Petronilho

Site do Escritor