Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Passos errantes.



Destino incerto dos meus passos errantes,
no vazio do caminho sigo apressada.
Nada sei do nada que conta meus instantes
nas horas do tempo que coroam minha estrada.

Imagens soltas nas linhas do tempo,
mostram-me os abstratos dos vagos pensamentos,
olho em todas as direções, nada vejo
além dos horizontes buscados por cegos lamentos.

Sigo em nada nos espaços do vento,
não sou, nem serei o que fui ou desejei,
carrego o meu destino tocado a lamentos,
tudo é passado nas tempestades sem fim.

Dissipo as sombras no nada que reveste o momento,
caminho entre o nada e a escuridão sem fim,
busco a força nas noites que habitei,
no vazio, o ponto é o final que trago em mim.


14/01/2006
Aisha
Enviado por Aisha em 13/03/2006
Código do texto: T122481
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aisha
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 50 anos
791 textos (35173 leituras)
1 e-livros (57 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:24)
Aisha