Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0625 - Pessoas, pessoa como eu




Pessoa, em uma palavra, eu,
ilusões que voltam e vão além dos sonhos,
um pequeno sorriso ainda grudado nos olhos,
um viajar constante entre meus mundos, você,
uma paixão que me permite magias.

 
Tenho mãos pequenas quando vazias das suas,
a saudade revira meu corpo, vezes, corta ao meio.
Sirva-me do seu amor, sirvo-te do meu gosto,
como a música que ainda não cantamos
rego seu desejo com minh'agua do prazer.


Excluí pessoas que entram pela boca sem dentes,
sem limites, sem amores, sem ao menos lágrimas.
Alimentei-me com a flor deste seu sorriso puro,
tomou na taça, o meu vinho que no seu sexo derramei,
até que... pessoas vão, ficamos os dois,  amor e sempre.


Somos uno dirigindo as próprias vidas,
um desenterrar de sabores oriundos das almas,
voltarei as esquinas do seu corpo, ao redor, dentro,
direi palavras que aprendi quando me apaixonei,
pessoa assim como eu, te ama como é seu amor.


14/03/2006
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 14/03/2006
Código do texto: T123011
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116252 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:37)
Caio Lucas