Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Dama E O Marujo

Quando a frágil embarcação apontou
nas linhas calmas do horizonte
me lembrei do meu amor
que estava tão distante

Distância em geografia
são dez mil léguas de solidão
quando parti na noite fria
te levei clandesti-no coração

Ao se aproximar o veleiro
ao raio do meu olhar...
vislumbrei teu semblante de deusa
meu coração quis parar

Numa fração de segundos
relembrei toda louca aventura
do dia cinza da partida
a essas noites de agruras

O que fui buscar não encontrei
perdi meu tempo a procurar
estava tão perto, não imaginei
em seu coração encontrar

Mas o perdão eu extraí
além do beijo da tua boca
saciei a sede do meu desejo
matei a fome que não foi pouca
Heli de Abreu
Enviado por Heli de Abreu em 15/03/2006
Reeditado em 20/04/2006
Código do texto: T123410
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Heli de Abreu
Itapecerica da Serra - São Paulo - Brasil, 36 anos
43 textos (5347 leituras)
1 e-livros (64 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:48)
Heli de Abreu