Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POSSE

Não sei o porque,
mas quando a vejo
o desejo tal como
navalha na carne,
encoraja meu apetite
de violentá-la com amor,
e em ritmo selvático
sussurar em teu ouvido
eu te amo,
tenho sede de você.

E assim, plenamente
dominada, presa
em meus braços vou
estimular tua volúpia
para poder ouvir de
teus lábios "meu amado
penetra-me sem limites"

Depois, no auge de
nós dois resultado
de nossa fruição,
vou recobrar os sentidos
e a mercê do cansaço
e ainda atônito,
voltarei a ter visão com você,
razão dos meus
mais lindos sonhos...





   




 
Wil
Enviado por Wil em 15/03/2006
Código do texto: T123509
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2620 textos (84598 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:07)
Wil