Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Cidade das Luzes Negras

A alguém que amei absurdamente há já demasiado tempo e aos U2 pela inspiração


Olha para ela
Com um filtro especial
Porque senão
Podes-te transformar no mal

A Cidade das luzes negras

Anúncios passam no céu
A apelar à rendição
Do pouco que resta da alma
No nosso coração

A Cidade das luzes negras

Rogo-te sem parar
Para nem sequer
Pensares em lá morar
Porque o lado negro
Tem misteriosos caminhos
No quais te podes alienar

A Cidade das luzes negras

Que penso ser
O meu local
Especial
Porque a amo e desprezo
Não sabendo
Qual dos sentires
É fundamental

A Cidade das luzes negras

Um dia senti paixão
Por alguém que lá nasceu
Ela era tudo
O meu anjo negro
O meu Deus
Descobri no entanto
Que ela
Não passava de uma alucinação
Sendo por isso que ainda mais a amo
Pois eu só amo a ilusão

Taizé
(França)
 2005
Poema protegido pelos Direitos do Autor
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 16/03/2006
Reeditado em 16/03/2006
Código do texto: T124057

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5078 textos (170364 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:45)
Miguel Patrício Gomes