Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Casinha Branca

 
No meu sonho te encontrei
numa casinha branca
toda florida de jasmins
vestias teu terno riscado
uma flor do lado
e chapéu de panamá.
 
Estavas tão engraçado,
tu que andas de pé no chão,
mas olhei teus zóinhos
e vi ternura de montão,
fiquei encantada
um tantão.
 
E tu então sorristes
com aquele jeito
qui só oce sabe ser
e eu me senti menina
no capricho do
teu bem querer
que me fascina.
 
No meu vestido de algodão
com flor no cabelo
lasquei-te um beijo
e fomos caminhar
na procissão
pedindo a Deus
pela nossa união.
 
Perto da barranca do rio Paraná
fica o nosso cafofo
onde em tardes serenas
encontramos  paz e beleza
quando ficamos juntinhos
curtindo a nossa realeza.
 
Quando for dia de festa
chegarei a reboque na carroça
trarei um bom vinho
e não farás nenhuma troça
porque celebraremos o carinho
que sempre nos remoça.
 
E então da casinha branca
as luzes se apagarão
e em nosso ninho abençoado
uma luzinha bruxuleante do abajur
vai iluminar meu namorado
dentro do meu sonho dourado.
 
Santos, SP
20/03/06
18,00 hs.
 
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 22/03/2006
Reeditado em 14/04/2006
Código do texto: T127070
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158425 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:06)
Guida Linhares

Site do Escritor