Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Devaneios



Quando a madrugada vem
O vento sopra bem de mansinho
A pele nua se arrepia
A brisa morna atiça o fogo
De um corpo que queima
Chama que se alastra
O desejo desabrocha
De um longo devaneio
Daquele que tem anseios
Desejos
Fecha os olhos
Sonha
Ama
Delira
Respira da brisa morna
O cheiro do corpo suado
Venha se aconchegue.
No quente desta cama


Iara A. Máximo Melchor
IaraMel
Enviado por IaraMel em 23/03/2006
Código do texto: T127321
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
IaraMel
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 48 anos
287 textos (10050 leituras)
3 áudios (83 audições)
1 e-livros (101 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:51)
IaraMel