Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

vou-membora

Vou-membora pra uma linha
qualquer entre os meridianos opostos
lá sou amigo de uma rainha
que tem um oásis nos olhos

e na voz um sussurro de brisa
e os cílios quão guarda-sóis
onde repousa minha cobiça

já que os sonhos são sucumbidos
pela barbúrdia de meus suspiros
que me causa esta mocinha

enquanto a razão vive em desalinho
no vale dos sentimentos aflora
um turbilhão de desejos a caminho
do castelo onde vive esta senhora.

Cid Rodrigues Rubelita
Enviado por Cid Rodrigues Rubelita em 23/03/2006
Código do texto: T127391
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cid Rodrigues Rubelita
Curitiba - Paraná - Brasil
146 textos (4844 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:53)
Cid Rodrigues Rubelita