Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CHUVA DOS AMANTES

Caí a chuva forte e incessante
Demorada e constante
O céu escuro brilha por instantes
Na madrugada dos amantes .

Sentados juntos a lareira ,
embriagados .
Sentindo o prazer ,
dos corações amados .

Beijamos
Entregamos
Libertamos
E nos mostramos ...

Somos um único desejo .
A virtude tenta se expressar .
Mas diante do anseio ,
Não existe o que explicar ...

A chuva torna-se amena
O amor torna-se mais voraz
Não podemos perder mais tempo
Do que o tempo que já foi perdido .

Logo amanhece
E o ontem desaparece .
Tudo pode ter sido somente ilusão
Na madrugada de chuva forte , raios e trovão .

Danilo Vasconcelos
Enviado por Danilo Vasconcelos em 24/03/2006
Código do texto: T127788
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (DANILO VASCONCELOS www.recantodasletras.com.br/autores/danivasconcelos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Danilo Vasconcelos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
188 textos (11227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:31)
Danilo Vasconcelos