Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reencontro

Eu gostaria que tu soubesses me esperar.
Aguarda-me até o entardecer do dia,
Que já estou indo a teu encontro.

Pois longe de ti sou ressaca de mar,
Que avança sobre areias de praia vazia.
Sem teu abraço, quanto espaço e desencanto!

Sem ti, a vida perde o balanço
E, sem controle, sacode bravia
E se joga, zonza, contra os lajedos.

Alheia à realidade se arrebenta e confunde os sonhos.
E, sob esta tempestade, desanda meus dias.
E leva a público os mais sublimes segredos.

Aguarda-me até o entardecer do dia,
Pois a noite é uma criança.
Estou indo carregado de esperança,
Levando para ti um mosaico de flores e poesias.

Viajo no expresso d’uma paixão desmedida
Que, na linha das mãos, demonstro.
Aguarda-me e guarda-te comedida;
E desabrocha-te no ato do nosso reencontro.

Cid Rodrigues Rubelita
Enviado por Cid Rodrigues Rubelita em 24/03/2006
Código do texto: T127882
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cid Rodrigues Rubelita
Curitiba - Paraná - Brasil
146 textos (4844 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:29)
Cid Rodrigues Rubelita