Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor Boêmio

Declararei o meu amor
Como as flores de um belo jardim
Que no dia és maravilha
E na noite, põe-se a dormir

O meu amor é o contrário
Pois pelo dia é ilusão
Mas à noite, em seus braços
Desalinha a mais intensa paixão

Pobre sincero és meu ser
Digo a verdade sem temer
Vida boemia entre os vivos
O que mais posso querer?

Digo que lhe amo
Mas não é de um todo mentira
Entenda bem, ó meu tesouro,
Tenho que aproveirar a minha vida

Digo que sou-lhe fiel,
És a bem da realidade
Pois aventuras, são de mil,
E tú, és meu amor de verdade.
Talytha de Oliveira
Enviado por Talytha de Oliveira em 24/03/2006
Código do texto: T127957
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Talytha de Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil
18 textos (1138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:36)
Talytha de Oliveira