Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amei-te Tanto!


Só o brilho deste olhar iluminava nosso amor!
Recebi-te em meu colo de analgesia
Abracei-te como concha a resguardar a pérola
Que te guardei um dia
Oh, adorado amor dos meus ais!
Os beijos maliciosos que me deste

Descobriste os caminhos e segredos
O meu corpo de âmbar
Contavas as estrelas do meu céu
Explorando minha boca de mel
Caminhando em detalhes e detalhes
Descobriste minha fenda em metamorfose
Que se ardia de paixão e em lágrimas
De prazer recebia-o com emoção
Oh, adorado amor dos meus ais!
Cintilando com paixão este corpo
Duplicando-o em desmedido prazer
Amei-te tanto e tanto, que hoje reinas
Nos meus olhos em perpetuadas cores
E além do mar, da terra e do infinito
Este amor permanecerá vivo
Caminhando ao vento em sons diáfanos
A alcançar eternamente teus ouvidos.

26/03/06

LuliCoutinho
Enviado por LuliCoutinho em 26/03/2006
Reeditado em 18/06/2008
Código do texto: T128893
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LuliCoutinho
São Paulo - São Paulo - Brasil
863 textos (158637 leituras)
2 áudios (428 audições)
7 e-livros (1313 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:29)
LuliCoutinho