Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CICERONE

O que de quem com quem para quem?
Ninguém, então vem pra cá
Esteja aqui seja o lugar
Reflita o sol avassale o mar
Mantenha com teu brilho o luar

Assim é para mim comigo enfim
Contigo somente nós
Para nos amar
Ao som do silencio
Embala nosso sentimento
Harmoniza-nos e faz-nos dançar
Os meus nos teus lábios encostar

E como tal um colibri
Extrair da flor de sua alma todo néctar
Na explosão das sensações
Sentir...

O coração se fragmentar
As partículas das emoções
Em uma outra dimensão se rejuntar
Ali estaremos longe da distancia
Nem o tempo ou a luz
Poderá nos alcançar

O lugar que sou és o espaço a se explorar
E para onde vou és tu que levarei.
Contigo quererei estar
A conduzo a um universo esquecido
Por isso não encontrado
Nada apenas que o infinito

Com amor é facilmente penetrado
E percebido
Não há tempo espaço ou noção
Existe tão somente
O pensamento e o mais que

A imaginação queira criar
O que a criação queira imaginar
Viajei épocas hospedei-me em histórias
Minha única memória

É te recordar
De mensagens em mensagens
Pude a encontrar
Pois na eternidade
Não há números para se contar
Nem idade para se envelhecer
Na imortalidade
Só o esquecimento e o passado podem morrer
A existência é mais um caminho a se trilhar
E chegar e novamente partir e retornar
Há apenas um atalho para a perfeição
Você vem? Amar!










CicBenSil
Enviado por CicBenSil em 27/03/2006
Código do texto: T129302
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CicBenSil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
417 textos (17560 leituras)
5 áudios (518 audições)
4 e-livros (252 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:35)
CicBenSil