Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Incorpórea

Por onde peregrinas?
Queria poder nessas horas me tornar incorpórea
Tocar-te e eclipsar-te  com meu carinho
Colher tuas lagrimas com beijos
 Sentir o teu respirar .

Que caminho tão admirável e cheio de beleza encontrastes?
Para que minha ausência não fosse sentida pelo teu coração
Pelo teu corpo
 Tua emoção.
 
Os nossos caminhos se desviaram
Nossa alma se perdeu
Eis que num dia enegrecido
Meu amor achou falta do teu .

Sabia que algo me faltava
Senti arrancarem um pedaço de mim
Como se a costela tivesse sido devolvida
Como se o autor da vida
 Não permitisse esse facto ...


Teu amor viver para o meu
Meu coração ser teu
Na imensidão dessa hora
Em que meu espírito busca o teu.
Wanda Ayala
Enviado por Wanda Ayala em 29/03/2006
Código do texto: T130369

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Wanda Ayala-www.recantodasletras,.uol.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Wanda Ayala
Portugal
425 textos (36702 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:37)
Wanda Ayala