Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

IMPRESSÕES


O Eu, que procuro no imaginário.
Não existe aqui dentro de mim,
Olho pro indefinido e não o encontro
Este  Eu,
Pois não sou Eu que estou aqui.

Chego a vagar nos meus desertos
Nas noites sem luar, não há estrelas.
A que possa guiar meus pensamentos
Buscando refletir o Eu dessa maneira.

Perguntas com respostas tornaram-se desafios,
Coragem inda sim  de uma ilusão  -   felicidade
Ora, a encontro por segundos  sem   confiança
De a Ter  sem sofrer  (não tenho coragem).

Agita o mar em revoltas o meu ser
Pois quando penso que em mim  existo,
O vento  traidor afasta todas as  possibilidades
De alcançar  as quimeras de um  sonho de  verdade.

Entendem-se os desígnios desse destino,
Alimentar  minha alma de sutis  fantasias...
Mais, mas a consciência  racional percebe
Que o fim é triste e a esperança trás  nostalgia.

Se  a  lua   por si só  entende suas fases,
Reflete-se   em  mim  duas feições
A de imaginar  que tudo és passageiro
E a que deixa só,  passar  sem impressões.



 

Morgana Rosa
Enviado por Morgana Rosa em 19/11/2004
Código do texto: T131

Copyright © 2004. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Morgana Rosa
Salvador - Bahia - Brasil
248 textos (11204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:22)
Morgana Rosa