Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0639 - Se amanhecer sol


 
 
Quando amanhecer o dia, quando não sair o sol,
ainda assim espero o carinho, sei que existe a distancia,
mostra-me onde começo minha caminhada,
estou indo, volto os olhos para o céu e peço.
 
 
Não sei até quando vai me esperar,
nos sentimentos, eu sou para sempre, não vou acabar,
mesmo depois que partir deste mundo louco,
vai existir a paixão, fica o amor, não sei até quando.
 
 
Abriu as portas do amor que não conhecia,
tocou fundo minha alma, marcou-me de amor,
ensinou-me como é sentir outra pessoa,
sem tocar, sem palavras, somente amar.
 
 
Vou indo por ruas estranhas aos humanos normais,
sei que o mundo não vai mudar ou tudo já acabou,
vejo-te nas noites deste meu céu negro,
em cada estrela, em cada corpo de outra mulher.
 
 
Está viva aqui em mim, não sabe até quando,
espero que não me esqueça tão logo amanheça,
leva meus desejos, prove mais dos meus carinhos,
carrego na minha lembrança o amor, seu amor meu.
 
 
Onde quer que esteja neste minuto, te amo,
acredito que tudo é para sempre em meus sentimentos,
guardei tudo aqui para nunca mais acabar,
se amanhecer sol, sabe que é amor, amor, só amor...
 
 
30/03/2006
 
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 31/03/2006
Código do texto: T131416
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116244 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:32)
Caio Lucas