Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Híbrido

            O meu amor é de silêncios
            e de tão e doces ilusões,
            é intenso, fulgaz e efêmero,
            entorpecido por sua beleza;
            O meu amor é quase assim:
            meio todo e todo meio,
            meio louco e meio lúdico,
            todo belo e todo teu;
            Uma mistura de água e vinho,
            de óleo diesel e tinta fresca,
            um pouco fim no início,
            meio claro no escuro
            e sempre e todo desejo.
            Desejo de verter teu sangue,
            de te ter e te sugar a alma,
            sentir todo o gosto do teu sexo
            e na tua pele fazer rota
            rumo ao mar dos teus prazeres.
Rivelino Matos
Enviado por Rivelino Matos em 31/03/2006
Reeditado em 06/12/2007
Código do texto: T131585

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rivelino Matos
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil
124 textos (6775 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:45)
Rivelino Matos