Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor de flor II


Pode ate ser que me digam
Que outras formas de viver a vida
Sejam mais inteligentes
Ou mais apropriadas
Aos tempos de hoje

E que viver assim
Sonhando
Imaginando
Desejando
Um alguém que ainda nem sabemos
Se existe
Seja pura perda de tempo

Pode ate ser que estejam certos
E que o que sinto
Seja antes em mim uma doença
Que um bom motivo

Pode ate ser...,
Mas as coisas que giram em meu espaço
Não lhes pertencem
Não foi com seus motivos
E nem tão pouco com suas formas brancas
E vazias
Que eu me fiz assim

Posso chamar as nuvens pelos nomes
Conversar com as flores
Abraçar uma arvore
Dizer que te amo
E daí!

Eu sei
Vocês não vão por esses caminhos
E muitas vezes nem o vento me acompanha
Mas meus amigos
Viver!
Sem o sonho de amar um dia
É existir sem nunca ter vivido.

ULISSES de ABREU
Enviado por ULISSES de ABREU em 31/03/2006
Código do texto: T131694

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite nome do autor e endereço para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ULISSES de ABREU
Viçosa - Minas Gerais - Brasil
608 textos (207325 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:47)
ULISSES de ABREU