Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Eu soube da encantada..."

Eu soube da encantada Natureza
de amores o difícil regimento;
as aves ouvindo, alto o pensamento,
sentindo, em seu tecer, moira agudeza.

Não te assustes se Amor uma incerteza
suscita num dramático momento;
tornou-me as glórias vivas passamento
pra se fazer em mim uma certeza.

Moça, saiba, se me queres, das atas;
de tua natureza o que prediz
o todo encanto, o mal que redesatas

do bem que me concedes se sorris;
fia-te, enfim, no fio destas pratas
de quem se soube ser sempre infeliz.
Orfeo de Nóbrega
Enviado por Orfeo de Nóbrega em 02/04/2006
Reeditado em 02/04/2006
Código do texto: T132453
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Orfeo de Nóbrega
Portugal, 43 anos
3 textos (83 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:15)
Orfeo de Nóbrega