Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



Três Beijos!
Tânia Ailene



Vi meu céu fugir
partir para outras paisagens
viagem sem rumo
coração parado, na estação do alvorecer.
Não dava para tentar
lembranças do abraço contido
surpresa de um amanhecer.
Nem precisava dormir
consumar o nosso tempo com urgência
em desfazer os sentimentos
colocados no corpo outra vez.
Quero-te com amor doente
encontro encantado, seguir ao seu lado
sem cobranças
delicadeza misturada a juras não cumpridas.
Sedução raio de sol
frenesi sem fim.
Seu cheiro me acompanha e endoidece
quisera o mar levasse
Persegue-me em todos os lugares
o vento que eu queria aplacar
o aroma do seu corpo.
Centenas de milhas daqui,
pulsar diferente, brilho da noite
aconchego do abraço, dor que cala.
Quisera ser o vinho quente que te embriaga
o cigarro que te acalma, remédio de boas novas.
Perdão não sonhar junto.
Três beijos sacramentados, batom no espelho...
O choro perdido no caminho,
só falta aprender a querer
sem fantasias nem delírios.
Abra as janelas deixe a luz entrar
o vento sopra a cortina do passado.
Trazer o branco de alguém que saí
e volta aos braços tai" s.
Viver me deixa ter que arranjar
braços fortes e seguros
sutil troca de saudades.
Cheiros de fumaça, cinzas de renovação
sem avisar.
Procura cansada
choro que me acompanha
com olhos de cristais.



Tânia Ailene

www.nuaideia.com/inter/b/bj_thomas/oh-me-oh-my-Billy.mid
Tânia Ailene Nua Poesia
Enviado por Tânia Ailene Nua Poesia em 03/04/2006
Reeditado em 21/07/2011
Código do texto: T133201

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Ailene Nua Poesia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
886 textos (30277 leituras)
28 áudios (1362 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:32)
Tânia Ailene Nua Poesia