Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLIDÃO . . .

Tem um grito preso no meu peito!
Mas não posso liberá-lo,
Para não violentar o silêncio da noite
Nem acordar os que dormem,felizes,lado a lado...

Para calá-lo, busco a poesia...
E a saudade se dissolve,assim,
Transformando em palavras
A tristeza que a tua ausência ainda causa em mim...

E a noite, segue, indiferente,
Esbanjando a luz das estrelas
Com a cumplicidade da lua...

E, em meio à ela, tanta gente que desconhece
A aflição desse amor mendigo,
Que estende as mãos e só recolhe solidão...
Gilce Klain
Enviado por Gilce Klain em 03/04/2006
Código do texto: T133338
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gilce Klain
Canguçu - Rio Grande do Sul - Brasil
78 textos (5239 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 10:49)
Gilce Klain