Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CRIANCICES:


Criancices:


Menina
Porque me provocas
Deixe de criancice e mostre
Que cresceste, que já es adulta.
Que já guardastes as bonecas.
Com elas, tu já não brincas.
Tampouco, brincas de ciranda.
Pular corda, você não quer mais.
Dos bailinhos, no final de semana.
Nem pensar, só pensa nos barzinhos.
Numa cervejinha, um cigarrinho.
Com a meninada, vive a trocar selinhos.
Não namora, diz que, só quer ficar.
Pois não vale a pena um namoro serio.
Só quer curtir a vida, mas não é isso.
Que me diz, em seus bilhetinhos.
Que vives a me escrever,
Em nome de sua amiguinha.
Ou pensas que eu não percebi
Desde o primeiro momento, por isso.
Deixe de criancices, decida-se, e pare.
De me mandar bilhetinhos, por favor.
Venha você, aqui pessoalmente.
Cara a cara e me diga, que é mentira.
Que os bilhetinhos não são seus.
Que sua amiguinha, nada tem a ver.
Mas se não quiseres vir, já sei o que fazer.
Vou buscar tua amiguinha, com ela vou sair.
Para curtir a noite, como costumas a dizer.


Volnei R. Braga



Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 04/04/2006
Código do texto: T133346
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:43)
Volnei Rijo Braga