Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Doce Olhar


   Doce Olhar

  Olhos fortes e melados de esperança!
  Uma loucura colorida que transporta.
  Um sorriso, de alma que me  encanta.
  Falar na sintonia da cor do olhar

  Parece tudo querer  enamorar!
  Um doce olhar que deixa alienado;
  Os corações possessos pelo seu amor.
  Magia pura: místico dos corações

  Andar, buscar, encontrar, flertar.
  Algo novo sempre a revoar,
  alienado o tolo que foge desde olhar.
  Pois, é bom: Nascer do novo coração.

  Uma jovem libertinagem em sonho?
  Como um arcano a revelar;
  Num olhar terno e desconfiado.
  Que faz segredo do seu incontido!

  Simplesmente: amar parece fácil;
  Mas um olhar sem pátria,
  que caça o novo e fértil.
  Um tesouro sem conquistador.
                                     
                                     

 
           
                                                       
 
           
Poeta Mario Macedo de Almeida
Enviado por Poeta Mario Macedo de Almeida em 09/04/2006
Reeditado em 09/05/2006
Código do texto: T136142

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Mario Macedo de Almeida
Guarujá - São Paulo - Brasil, 55 anos
676 textos (39566 leituras)
3 áudios (248 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:06)
Poeta Mario Macedo de Almeida