Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amigo Amante


Voce chegou de repente
numa lufada de vento forte
daqueles que arrastam tudo
o que encontram pela frente

Primeiro foram meus olhos
que se perderam nos teus
depois o abraço tão forte
enlaçou-me com ferrolhos

Estava já quase entontecida
quando tua boca se juntou à minha
sugamos com fartura nosso gosto
numa ansia e loucura incontida

O cafofo iluminou-se por inteiro
a medida que o desejo cresceu
e fizemos amor em cada canto
em delírios até no chuveiro

E a água que escorria em nós
lavou a velha tristeza d´alma
uma doce ternura desabrochada
varreu do coração todos os nós

E tu me enxugaste com jeito
e teus olhos muito amorosos
prenderam meu corpo e alma
num arranjo mais que perfeito

De uma desvairada cavalgada
a tua cama foi testemunha
entramos um dentro do outro
e o mundo parou na madrugada

Suados, saciados, reabastecidos
docemente enlaçados, bem juntinhos
o amanhecer nos encontrou dormindo
o sono dos justos no amor vencidos

Santos, SP
17 fev 2006
10,00 hs




Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 11/04/2006
Código do texto: T137576
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158341 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:27)
Guida Linhares

Site do Escritor