Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0659 - Escuta meu amor




Venha até a janela, veja a nevoa da manhã cobrindo o céu,
abra seus olhos, deixe o sono pra depois,
sonhe junto com a fumaça que sobe da terra,
vem comigo em mais esta viagem que sonhei para nós.


Não quero despertar para outra realidade,
não nesta manhã que esperei tanto para te encontrar,
não sou dono da paixão, acreditei que é amor,
parei o mundo inteiro quando vi o céu em seus olhos.


Ocupe seu lugar na vida que sonhamos esta madrugada,
lembra os beijos, o cigarro, o café depois que fizemos amor.
Deixo agora as mãos sobre seus ombros, olhe pela vidraça,
as imagens refletem d'outro lado a paz em um espaço branco.


Está frio, a chuva fina espalha lentamente a nevoa,
não escutamos as gotas que caem do telhado, estamos na altura do céu,
lembramos apenas do êxtase, do amor que fizemos,
deixa o mundo lá fora, o vento, a chuva, o sol ficou para outra amanhã.


Voltaremos outros dias, outras vezes, não outro amor,
escuta meu coração pulsando no seu peito,
os gritos da paixão ainda ecoam no quarto vazio de solidão,
escuta meu amor, as juras que faço, escuta seu amor no meu.


13/04/2006
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 13/04/2006
Código do texto: T138564
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116244 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:59)
Caio Lucas