Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A luz dos olhos meus

Chama-me, quero ver a flor sorrindo
quando o doce vento tocar o seu rosto
tão corado e sedoso quanto perfumado,
enquanto o amor esparrama o seu gosto!

Chama-me, quero ouvir o regato cantar
a canção mais linda e antiga do mundo,
capaz de fazer o amor florescer e ventar
na cadência graciosa do mar enfeitiçado!

Chama-me, quero pisar nas doces areias
que dormem deitadas na relva prateada,
sobre ela o sonho de ser como sereias,
construindo castelo d'estrela encantada!

Chama-me, para eu entrar no teu abraço
de mil braços que me agasalham a alma,
e me atiçam todos os desejos num laço,
que estreita meu mundo na tua chama!

Chama-me, para dizer que os teus olhos
jamais viverão sem a luz dos olhos meus,
que de teus cristais os meus são espelhos
e refletem o imenso amor feito por Deus!

Chama-me, que vou correndo ao teu encontro,
como a onda brejeira que beija a rocha inerte,
com espuma salpicada, fazendo o nosso rastro
perfumado tornar-se todo azulado de repente!

Chama-me, quero ver a andorinha nascendo
como quem anuncia a aurora num belo dia,
juntos, a minha mão na tua vão agarrando
caminhos do destino inchados de alegria!

Santos-SP-15/04/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 15/04/2006
Código do texto: T139529
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23416 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:28)
Inês Marucci