Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alma de minha alma...

Alma de minha alma...
Onde estará a razão da minha permanência  ainda nesse plano?
Quanto tempo ainda terei que esperar até que nossas almas enfim possam estar em fusão?
Talvez esteja perdido em algum tempo espaço, outro planeta, ou quem sabe
esteja tão perto de mim e  não possamos ficar juntos?
Tantas questões povoam minha mente em busca de respostas.
 
Alma de minha alma...
Como lhe busco, sei que existe.
Sua Luz irradia meu ser.
Esse véu que nos cobre é temporário,
Você é  como o Sol que ilumina o dia,
como a beleza do luar e
das estrelas que enfeitam a noite...
Gostaria de ser uma dessas estrelas que pontilham
o céu só para poder estar com você e manter essa
luz sempre acesa ao seu lado, lhe acariciando.
 
Alma de minha alma...
Meu Anjo precioso,
meu amigo protetor,
Tanto o amo.
Tanto o espero,
Aonde estais?
Sei que me espera em algum ponto de luz e
brevemente estaremos caminhando rumo ao nosso arco-íris
e tudo será passado, pois teremos nossas almas unidas pela eternidade.
 
Alma de minha alma...
Nossa passagem por esse plano esta terminando,
O amor terreno é efêmero perto do amor incondicional que temos,
que pela a eternidade ainda teremos pela frente.
Teremos que continuar semeando nosso amor para aqueles que como
nós ainda tem muito para aprender.
E através de nosso amor possamos continuar ensinando aqueles que por aqui passam, para que assim enxerguem sua luz em direção ao Pai Celestial.
 
Sandra Wajman Gruner
 
Sandra Wajman Gruner
Enviado por Sandra Wajman Gruner em 17/04/2006
Reeditado em 18/04/2006
Código do texto: T140283
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sandra Wajman Gruner
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
116 textos (7133 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:07)