Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JUDITE

JUDITE


Esta mulher é mesmo formidável,
Mas que génio e tão soberbo Ser!...
No seu todo, mulher tão agradável
-Não fosse como és, essa mulher!...


Um rosto de expressão inexplicável,
Que me enleia um tanto sem saber
Nesse comportamento admirável
Que talvez eu sem ti, fosse morrer!...


Mas se viver é sempre imaginar,
Conceber e criar o Verbo Amar
Com todo esse poder e sem limite


Serás sempre a Mulher e verdadeira…
Neste meu coração a vida inteira
És tu a minha sempre…Judite!...
João da Palma
Enviado por João da Palma em 17/04/2006
Código do texto: T140315
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João da Palma
Portugal, 76 anos
101 textos (8775 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:12)
João da Palma