Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TORMENTOS DE UMA DISTÂNCIA

Bem de mansinho, duas almas  se descobrem
tal como crianças inseguras que para a
vida estão  se abrindo

Troca de olhares, sorrisos a toda hora,
aperto de mãos, olhos sonhadores,distantes,
talvez coisas de principiantes

A vontade é estar sozinhos,beijos em todos
os instantes, dois corações ambos palpitantes.

Ainda que nosso caso seja semelhante ele
  se apresenta com tonalidade
diferente, é mais consistente, mais maduro,
profundo, e mesmo sem poder nos sufocar
em beijos, somos mais seguros.


Também sorrimos, as mãos são entrelaçadas,
confidências mil em nossos colóquios,
infinitas esperanças
 e assim mesmo sendo maduros,
voltamos a ser crianças inseguras,
por desespero das incontidas ânsias,
de não poder vencer ainda,
esta coisa estranha chamada distância...


















 
 










 
   
 

Wil
Enviado por Wil em 17/04/2006
Código do texto: T140372
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84504 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:27)
Wil