Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DERIVA = TÂNIA AILENE

DERIVA

TÂNIA AILENE

Ninguém mais me faz um cais
porto seguro de amor
abraços de cio
alcançando o infinito.
Faço raiz na rota estrelar
por ti sou cadente
um barco a deriva de sonhos...
Sem fim não sou senhora de mim
de bem com a vida, com sorte
perdão da natureza
sem igualdade de sentimentos.
Tesouro?
Te encontrei
garimpando pela existência
com a febre da paixão.
Dom de viver mate a minha sede
em fazer você feliz...
Nesse pequeno mundo
corro universo
desfaleço ao anoitecer.
Trate de fazer bem ao nosso amor...

20/02/2006
TÂNIA AILENE
Tânia Ailene Nua Poesia
Enviado por Tânia Ailene Nua Poesia em 17/04/2006
Código do texto: T140542
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Ailene Nua Poesia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
886 textos (30277 leituras)
28 áudios (1362 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:17)
Tânia Ailene Nua Poesia